Inglês - Resenhas em inglês

Reprodução 
Celina Bruniera*

Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação

Objetivos

1) Ampliar o conhecimento da língua inglesa por meio da elaboração de resenhas literárias;
2) estimular os alunos a ler e a expressar seu ponto de vista sobre a obra lida;
3) elaboração de resenhas de textos literários (que podem ser adaptados ou originais);
4) difundir obras da literatura de língua inglesa.

Objetivos específicos

1) Uso do presente simples para tematizar a obra;
2) Utilização da 3ª pessoa do singular e da voz passiva como marcas de impessoalidade;
3) Uso de organizadores descritivo-narrativos para tematizar a obra, tais como: first... second, first of all, to begin with, also, in the end, finally, for example, to get back to the point, buscando dirigir o olhar do leitor para aspectos significativos do texto;
4) Utilização de marcadores lógico-argumentativos, como: but, however, although, on the other hand, even so, no sentido de convencer o destinatário de que sua posição a respeito da obra é plausível.

Estratégias

1) Levantamento das obras que os alunos gostariam de ler (professor pode fazer sugestões, pode propor uma visita à biblioteca da escola, pode pedir que os alunos tragam os livros que têm em casa);
2) Escolha de obras a serem lidas sob orientação do professor. Critérios bastante significativos para orientar essa escolha são: dar preferência a livros clássicos e a textos originais ou que não sejam redutores, quer dizer, cuja adaptação tenha destituído a obra de suas características temáticas, lingüísticas ou textuais mais marcantes;
3) Levantamento do conhecimento prévio dos alunos acerca das características do gênero (resenha de obra literária) e das expectativas de leitura;
4) Leitura de uma resenha (escolhida pelo professor e de uma obra que não consta da lista de leituras da classe). Essa leitura visa colocar o aluno em contato com o gênero para que sejam identificadas suas características;
5) Pesquisa sobre a biografia do autor. A pesquisa pode ser feita em inglês, se o professor der orientações de leitura de textos biográficos. O professor pode fornecer ou compor com a classe uma lista de dados que os alunos devem pesquisar e que devem figurar numa apresentação oral em roda de conversa. As fontes de pesquisa podem ser variadas (internet, enciclopédias, dicionários, etc.), mas o professor sempre deve dar sugestões ou estimular que os alunos socializem o conhecimento já adquirido;
6) Pesquisa sobre o contexto de produção da obra. Essa pesquisa visa ampliar o repertório do aluno sobre o momento histórico em que a obra foi escrita, o gênero literário a que pertence e suas características. Os alunos podem apresentar os resultados da pesquisa (de forma oral ou escrita), ou simplesmente mantê-los registrados no caderno para, posteriormente, serem usados para compor a resenha;
7) Enquanto os alunos lêem a obra em casa, o professor orienta a tomada de notas sobre a obra. Essas anotações podem versar sobre o nome dos personagens e suas características, a descrição do espaço, a seqüência da narrativa, etc. É fundamental que o aluno aprenda a fazer esses registros, que não precisam ser muito longos ou detalhados, mas que serão importantes durante o processo de textualização;
8) Concluída a leitura da obra, é tempo de escrever. Nessa fase, é fundamental estimular o aluno a planejar seu texto, escolhendo os dados que usará para compô-lo e como vai estruturá-lo. É significativo, também, que o aluno volte aos textos de referência, os analise novamente e faça escolhas estilísticas com as quais mais se identifica;
9) Ao fim da textualização, o professor lê cada resenha e propõe atividades de revisão. Essas atividades podem versar sobre os elementos de coerência ou coesão e, principalmente, sobre os conteúdos que se propõe a ensinar. As atividades de revisão podem ser feitas a partir da tematização coletiva de uma resenha em particular ou de sugestões dadas para a classe de modo geral ou para os alunos individualmente;
10) Os alunos são estimulados a reescreverem seus textos com base nas atividades de revisão. Nesse processo de reescrita, o professor não pode perder de vista que todos os elementos que compõem o gênero devem ser revisados: a adequação do gênero à situação comunicativa, a estrutura do texto (texto argumentativo, mas marcado por momentos descritivo-narrativos) e os mecanismos lingüísticos (sintáticos, lexicais, etc.) que asseguram a coesão do texto.

Comentários

O projeto pode ter duração de dois a três meses. No que se refere ao tratamento didático, este projeto apóia-se na criação de uma situação comunicativa, uma situação que reúna características das situações reais de comunicação e em que os alunos se vejam realmente engajados na elaboração de textos (orais ou escritos) e apóia-se, também, na criação de seqüências didáticas que visem possibilitar aos alunos aproximações sucessivas em relação ao gênero textual em questão que será, ao mesmo tempo, meio de concretização das intenções comunicativas e objeto de estudo.

Avaliação da aprendizagem

O ideal é utilizar diferentes instrumentos para compor a nota final dos alunos. O professor pode avaliar as pesquisas, a apresentação oral da biografia e do contexto de produção da obra e as resenhas. Também pode fazer provas sobre os conteúdos tematizados durante o projeto. Lembrar sempre de não reduzir a avaliação a aprendizagem dos conteúdos gramaticais, mas avaliar todos os conteúdos a que se propôs ensinar.

Referências bibliográficas

CHIAPPINI, L. (coord.), Coleção "Aprender e Ensinar com Textos", São Paulo, Cortez, vários volumes.
HERNÁNDEZ, F. e VENTURA, M. "A Organização do Currículo por Projetos de Trabalho (O Conhecimento é um Caleidoscópio), Porto Alegre, ArtMed, 1998.
MACHADO, A. R. (coord.), "Resenha", Coleção "Leitura e Produção de Textos Técnicos e Acadêmicos, São Paulo, Parábola Editorial, 2004.

*Celina Bruniera é mestre em Sociologia da Educação pela USP e assessora educacional para a área de linguagem.

DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE O POST!


0 comentários:

Postar um comentário

-Este espaço é exclusivamente reservado para usuários que tenham dúvidas ou aviso de link quebrado.
-O blog também aceita sugestões, elogios e críticas.
-Os comentários ofensivos que desrespeitem outros usuários ou moderadores do blog serão excluídos.
-Obrigado e volte Sempre!